Informações ao paciente

logo2

A condromalácia patelar é o amolecimento da cartilagem do osso da patela, localizado na parte frontal do joelho. Essa degeneração pode ocorrer por traumas na região, excesso de esforço físico, mau-alinhamento dos ossos dos membros inferiores,  obesidade e sedentarismo. Comum em mulheres, a condromalácia tem quatro graus de classificação, sendo que a primeira é leve, onde a pessoa sente dores e inchaços, enquanto na última é possível ver o osso que sustenta a cartilagem, devido ao grande nível de desgaste da própria cartilagem.

Uma queixa comum entre as pessoas que praticam corrida é a dor nas costas. Isso porque a coluna vertebral é bastante exigida durante esse tipo de atividade. Ao correr, o percentual de impacto em relação ao peso corporal pode ser até cinco vezes maior que o normal, ou seja, o peso da passada no chão vai ser distribuído dos pés para joelhos, quadris e, por fim, para as costas.

A bursite e a tendinite são tipos de inflamação, mas a diferença entre elas é o local do corpo que inflama. A primeira ocorre na bursa, uma pequena bolsa com líquido sinovial que amortece estruturas, como os tendões e as proeminências ósseas. Já a segunda é uma inflamação no próprio tendão, a parte do músculo que se liga ao osso.

Os meniscos são cartilagens localizadas na região dos joelhos e têm a função de diminuir o impacto de atividades como andar e correr, além de dar mobilidade e lubrificação aos joelhos. Quando há uma lesão no menisco, uma das maiores dúvidas dos pacientes é: fazer exercícios ou cirurgia para a recuperação? Isso dependerá do caso, do paciente, e do nível de gravidade da lesão.

Cerca de 20% da população brasileira é obesa e mais da metade está acima do peso. Os quilos a mais costumam ser associados a doenças como diabetes, hipertensão e problemas cardiovaculares, mas as articulações também são afetadas e os joelhos estão nesse grupo.